Publicado 27 jun 2016 | POR Maico Jaru Online

Seduc realiza encontro de coordenadores regionais em Ouro Preto

OURO P_6

Coordenadores Regionais de Educação das CREs e os chefes dos Núcleos de Apoio às Coordenadorias (NACs) participaram da reunião bimestral com a secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli no município de Ouro Preto do Oeste. O evento teve o seu inicio na noite da última quinta-feira (23), no Auditório do Graúna Resot Hotel com a presença da titular da Seduc, Fátima Gavioli, Maria Araujo de Oliveira, secretária Executiva Regional de Governo pólo IV, deputado estadual Marcelino Tenório e a anfitriã do encontro a chefe da Coordenadoria Regional de Educação – CRE, Marivone Resende de Araujo.

A abertura oficial foi feita pela secretária Fátima Gavioli que fez uma ampla explanação de sua gestão à frente da pasta da Educação. Fátima Gavioli solicitou o empenho de todos para que os índices de desenvolvimento da educação básica possam ser melhorados, pois o Governo do Estado está empenhado em a nível nacional os rankings da região Norte e não tem medido esforços para conquistar metas que foram traçadas pela Seduc.

Na sexta-feira (24), as atividades ocorreram na Escola Estadual Monteiro Lobato, quando todos os coordenadores regionais de Educação, participaram de uma oficina pedagógica ministrada pela secretária Fátima Gavioli. Outras oficinas foram ministradas pelo corpo técnico da Seduc que abordou às obras que estão em andamento nas escolas da rede estadual, o andamento do Programa de Apoio Financeiro às Escolas (Proafi), contratações de profissionais para as escolas, reordenamento escolar, uso dos veículos da frota do estado, ensino médio com mediação tecnológica, livros digitais, Diário Eletrônico e outros assuntos administrativos.

A titular da pasta, Fátima Gavioli agradeceu a participação de todos e cobrou um maior envolvimento para que todos os programas do Governo do Estado na área da educação possam ser concluídos em benefício da sociedade rondoniense. A secretária elencou os itens prioritários no momento para serem trabalhados o primeiro a mediação tecnológica, um projeto terá custo, em três anos, de aproximadamente R$ 20 milhões, sendo R$ 17,5 milhões através de convênios e R$ 2,7 milhões em equipamentos, o que equivale a R$ 567 mil ao mês e serão 89 escolas assistidas com média de 8 professores habilitados a atender a grade curricular. Quanto aos pontos favoráveis, a secretária elencou a ampliação do atendimento nas comunidades rurais, construção de escolas para atender os alunos da rede estadual na zona rural, garantia de educação com padrão de qualidade e aulas com professores habilitados, inclusão digital, diminuição da evasão escolar e formação profissional com ensino técnico. O segundo item a ser trabalhado segundo a secretária é a evasão escolar que vem acentuando de forma preocupante e para isso é necessário um esforço de todos que fazem parte do setor educacional. “Estamos buscando melhorar a qualidade do ensino de Rondônia e, na hierarquia da Secretaria de Estado da Educação, a participação dos coordenadores regionais de educação é de vital importância para o cumprimento das metas propostas pelo governo do Estado”, pontuou a secretária que classificou o encontro altamente produtivo e que os frutos serão colhidos em breve para o bem da Educação de Rondônia.

Para a coordenadora regional de Educação de Ouro Preto do Oeste, pedagoga Marivone Resende de Araujo o encontro foi fundamental reforçar a importância do trabalho em equipe para a concretização dos objetivos. “Sem dúvidas, o trabalho integrado e o diálogo entre as áreas é fundamental para uma gestão de qualidade. Por isso, conseguimos concluir com êxito as situações adversas. Precisamos fortalecer ainda mais o trabalho em equipe – avaliou Marivone Resende que acrescentou – que a gestão da secretária Fátima Gavioli está trabalhando para ampliar a qualidade e o resultado pode ser sentido nas escolas da rede estadual de ensino, haja vista que os problemas são resolvidos à proporção que são detectados –

Estiveram presentes: CRE Vilhena, CRE Cerejeiras, CRE Pimenta Bueno, CRE Cacoal, CRE Rolim de Moura, CRE São Francisco, CRE Ji Paraná, CRE Ouro Preto, CRE Jaru, CRE Ariquemes, CRE Porto Velho, CRE Extrema, e de CRE Guajará Mirim.

Fotos: Alexandre Araujo

Ultimas Notícias